terça-feira, 19 de agosto de 2014

Desespero Faz Moromizato Ameaçar Funcionários

Texto: Marcos Leopoldo Guerra

Na última semana Moromizato convocou os funcionários da Prefeitura de Ubatuba para uma reunião. O tema principal dizia respeito a imagem de Maurício Moromizato e de sua suposta administração, junto a população. 

Moromizato exigiu que os funcionários passassem a elogiar e defender a administração municipal, chegando ao cúmulo de ameaçar os comissionados de demissão, caso não cumprissem com a missão impossível de defender o indefensável. Por fim Moromizato afirmou que o prazo para os comissionados reverterem a imagem da administração é o dia 5 de outubro, sendo que após esta data eles serão exonerados e membros da oposição serão colocados em seus lugares.

Tudo indica que o estoque de chá alucinógeno se esgotou ou ainda que o mesmo não faça mais efeito em Moromizato. Por mais incompetente, omisso, negligente e corrupto que alguém possa ser, é consenso que ameaçar funcionários ou quem quer que seja é uma prova incontestável de total  falta de noção da realidade. Para ameaçar alguém é necessário ter poder e ter total controle de uma determinada situação, sendo que Moromizato não se enquadra em qualquer das hipóteses citadas. A falta de controle sobre situações é evidente e dispensa maiores explicações. No que se refere a outra hipótese devemos considerar que estar no poder ou ocupar o mais alto cargo do Executivo não significa necessariamente ter poder, haja vista que o cargo apenas abre uma possibilidade para que se possua poder, ou seja, poder é o exercício da autoridade. Moromizato não agarrou essa possibilidade e sequer demonstra possuir capacidade e condições de agarrá-la, pois não possui noção do significado de autoridade e assim sendo não pode exercer aquilo que desconhece.

Ao desrespeitar os funcionários públicos e ameaçá-los Moromizato demonstrou sua total falta de preparo para o cargo e a função que ocupa. Não é através de propaganda mentirosa e positiva que a população acreditará que Ubatuba está no rumo certo. A realidade deve ser encarada como ela é e somente ações concretas podem minimizar a péssima imagem de Moromizato e de sua suposta administração. Em uma sala de aula quando a grande maioria dos alunos possuem notas baixas a culpa é do professor e não dos alunos. Nesse caso as notas baixas são resultado da incapacidade do professor em explicar a matéria. No caso de Moromizato a situação é idêntica, pois de nada adianta trocar os funcionários quando o maior problema é o próprio Maurício Humberto Fornari Moromizato.

3 comentários:

  1. Esta sua postagem nada mais é do que a política de governo petista, não é Ubatuba, é o Brasil do governo pt, ocorre a mesma coisa de norte a sul do país. Nomeiam-se pessoas por serem companheiras de partido e não por serem competentes e terem condições para assumirem os cargos aos quais são destinados e parafraseando o imbecil anterior, "Só não vê quem não quer" pois quem abastece seus carros, quem vai ao mercado, a quitanda, a peixaria, a loja de roupas esta cansado de saber que os preços estão cada dia maiores e que o real cada vez menos vale se é que vale alguma coisa uma moeda oriunda de uma medida provisória a qual não foi reeditada e já perdeu eficácia há décadas mas o que a Dilma faz a cada escandalo? Solta uma pesquisa DATAFOLHA e/ou IBOPE de que se as eleições fossem naquele dia ela seria reeleita em primeiro e único turno, ou seja, a tonica do partido é mentir todo custo pra tentar tapar o sol com a peneira, isso é endêmico e peculiar ao petista e a todo aquele que com ele se deita, ops, associa e pensam que com truculencia conseguem tudo mas se esquecem que podem ser alvos também da truculencia de algum endinheirado insatisfeito com a situação e, como estamos no Brasil, o endinheirado fica tranquilo enquanto o pobre (em todos os sentidos, da alma ao dinheiro) fica lá estendido no chão virando estatística, são tão burros que pensam que só eles podem bater em alguém e que nunca irão apanhar.

    ResponderExcluir
  2. Com esta administração, nos estamos é FU, FU.

    ResponderExcluir
  3. Paulo de Tarso Dornelles - Ubatuba.20 de agosto de 2014 18:35

    Pelo jeito as ameaças do nosso prefeito fizerem que que surgissem alguns comentários ANÔNIMOS.

    ResponderExcluir