sábado, 25 de outubro de 2014

Minhas Considerações Finais Sobre as Eleições de 2014

Texto: Leo Rocha

Bom pessoal, a eleição é amanhã, então é o momento oportuno para TODO brasileiro parar um momento e pensar um pouco sobre um panorama geral do que vem ocorrendo no Brasil desde 1994.

Primeiramente gostaria que parássemos para refletir e percebêssemos que PT e PSDB não são dois times de futebol, mas sim duas linhas políticas, e uma delas ira reger o Brasil nos próximos 4 anos.

Em 1994 Fernando Henrique assumiu um país com uma inflação monstruosa, não tínhamos uma moeda forte, foi então que ele implantou o plano real, começamos a ter uma moeda forte e por um curto período nossa moeda chegou até mesmo a valer mais do que o dólar. O povo brasileiro pode voltar a fazer um planejamento financeiro sem o fantasma da inflação assombrando, foi lindo.

Seu segundo mandato já não foi tão bom, ele não conseguiu dar continuidade ao crescimento da economia, o que levou o PSDB a perder as eleições em 2002 e o PT entrou no governo.

Durante o governo Lula, em seu primeiro mandato, o Brasil teve um crescimento exponencial em seus programas sociais, foi bom também, pois o Brasil precisava disso naquele momento, eu não votei nele, mas reconheço que foi bom ter tido essa alternância.

Aconteceu que como Fernando Henrique, Lula já não foi tão bem no seu segundo mandato, mas mesmo assim elegeu Dilma. Em parte por espalhar o medo de que os programas sociais fossem acabar e em parte, infelizmente, pelo fato de José Serra não ser nem um pouco carismático (e isso infelizmente importa para grande parte da população).

Durante os últimos 4 anos de governo, o PT se perdeu e pipocaram casos de corrupção por toda parte, inclusive chegando a assassinatos, como no caso do prefeito Celso Daniel, um idealista que não quis compactuar com a roubalheira. Durante esses 4 anos, o PSDB também esteve perdido, não soube fiscalizar direito nossos governantes, e aí entra a questão chave a meu ver.

O PSDB não sabe nem de perto ser uma oposição fiscalizadora como o PT, e neste momento a roubalheira está intrínseca no sistema, e como o PT está lá, eles querem que isso continue, entretanto se o PSDB entrar, eles caso vejam algo irão exercer o papel que sabem fazer tão lindamente, fiscalizar e por a boca no trombone.

Não sou ingênuo a ponto de achar que os tucanos são todos santos, provavelmente houve casos de corrupção no governo de FHC, mas foram ínfimos se comparados com os escândalos que já apareceram em 4 anos de governo Dilma. Collor sofreu impeachment e PC Farias foi morto por muito menos, e deixar que essa senhora permaneça no governo é dar nosso aval para que isso continue.

Vivemos um momento de crise política, esta é a verdade, por isso creio que devamos mudar o governo, deixar o PSDB por ordem na casa, limpando o vírus da corrupção PTista do nosso sistema e devemos confiar também no PT fiscalizador, onde os mesmos possuem quase todos os juízes do STF a seu lado para punir possíveis tentativas de corrupção.

Assim como o Brasil precisou ampliar sua política social em 2002, neste momento precisamos alternar o poder para salvarmos o Brasil da corrupção.

Quanto às preocupações com os programas sociais, ninguém deve se preocupar com isso, ambos os lados já viram que eles geram muitos votos, a moeda dos políticos é essa.

Quanto à mim, sou só um brasileiro, um tanto idiota por ainda acreditar num país melhor e ser idealista... Apenas peço a todos que pensem bem, pois dois dígitos no domingo definirão 4 anos das nossas vidas.

Um comentário:

  1. Elias Penteado Leopoldo Guerra25 de outubro de 2014 12:23

    Matéria bastante ponderada e de bastante bom senso

    ResponderExcluir